quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Estágio em Geoprocessamento e Cartografia


A WALM Engenharia e Tecnologia Ambiental está em processo de contratação de estagiários preferencialmente do terceiro ano de Geografia ou Engenharia Cartográfica para o desenvolvimento das seguintes atividades:

* Preparação de bases cartográficas
* Elaboração de mapas temáticos
* Fotointerpretação e/ou processamento digital de imagens de satélite
* Análises espaciais

A WALM necessita de candidatos dispostos a trabalhar em equipes interdisciplinares em uma carga horária mensal de 80 a 120 horas.

Para inscrição ao processo seletivo, favor contatar Janaina Ribeiro no seguinte e-mail: janaina@walmambiental.com.br
maiores informações: www.walmambiental.com.br

As inscrições serão aceitas até dia 10/10/2011.

Benefícios:
v 9,10 reais por hora;
v Ticket refeição de 18 reais por dia;
v Auxílio transporte;
v Seguro de Vida em Grupo.

Material de divulgação do estágio

domingo, 25 de setembro de 2011

Fragmentos de satélite desativado caem na Terra, confirma Nasa

Usuários no Twitter relatam que destroços atingiram o sul do Canadá.
Agência espacial norte-americana não sabe dizer local exato das quedas.

A agência espacial norte-americana (Nasa) confirmou neste sábado (24) que o Satélite de Pesquisa da Atmosfera Superior Terrestre (UARS, sigla em inglês) se desfragmentou na atmosfera, com parte dos destroços caindo em solo terrestre durante o início da madrugada.

Fragmentos do equipamento podem ter caído na região de Okotoks, uma cidade ao sul de Calgary, no oeste do Canadá, segundo relatos no serviço de microblog Twitter. A Nasa não confirma esta informação, destacando apenas que pedaços encontrados do satélite são de propriedede norte-americana e devem ser devolvidos à agência.O órgão acredita que fragmentos possam ser encontrados em outros lugares, como na África ou na Austrália. Anteriormente, a Nasa vinha informando que os restos do satélite deveriam se espalhar por uma área de 800 km e que não haveria riscos para a população.

Restos do satélite atingiram a superfície da Terra entre 0h23 e 2h09 (horário de Brasília), segundo a Nasa. "O satélite estava passando sobre Canadá e África, assim como sobre vastas zonas dos oceanos Pacífico, Atlântico e Índico", explicou a agência, que ainda não consegue dizer os locais exatos onde as peças do UARS aterrisaram.

Com quase seis toneladas de peso, o aparelho foi lançado pela Nasa há 20 anos. Desativado em 2005, o equipamento foi se aproximando da Terra por conta da ação solar e da gravidade do planeta. A Nasa esperava que o satélite se fragmentasse em 26 pedaços, com pesos variando entre 1 kg e 158 kg.

O UARS é o maior satélite da Nasa a cair sobre a superfície terrestre depois do Skylab, que se precipitou na zona ocidental da Austrália em 1979.

(*) Com informações das agências de notícias EFE, France Presse e Reuters

Satélite UARS, levado ao céu em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via AP Photo)Satélite UARS, levado à orbita em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via AP Photo)

sábado, 24 de setembro de 2011

Curso de Mestrado Acadêmico em Geografia

O Programa de Pós-Graduação em Geografia oferece vagas no curso de Mestrado Acadêmico para ingresso no período de 2012/1. As Inscrições poderão ser feitas de 19/09/2011 a 27/10/2011, na Secretaria do Programa de Pós-graduação em Geografia, na Rua São Francisco Xavier, n° 524, 4° andar, sala 4006-F, Prédio João Lyra, Fº, Maracanã.


Processo Seletivo: 07/11/2011 a 11/11/2011

O Edital está disponível no link http://www.ppgeo.igeog.uerj.br/selecao.php.

Mais informações:
E-mail: ppgeo@uerj.br
Site: http://www.ppgeo.igeog.uerj.
Tel/fax: (21) 2334-0219


retirado de: http://migre.me/5M7SD

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Satélite desativado cai na Terra entre esta sexta e sábado, preocupante?

Satélite pesa 5.675 quilos e tem o tamanho de um ônibus. Agência espacial dos EUA ainda não sabe onde equipamento irá cair.



Nasa prevê entre sexta-feira (23) e sábado (24) a queda na Terra de um satélite retirado de funcionamento em 2005 que tem o tamanho de um ônibus. A agência espacial americana informa que o risco para as pessoas é “pequeno”.

Embora ainda não possa precisar o lugar do impacto, a Nasa descartou que o satélite artificial vá cair sobre a América do Norte.

“O reingresso deverá acontecer durante a tarde no leste dos Estados Unidos”, indicou um comunicado da agência. “O satélite não estará em trajetória sobre a América do Norte nesse período”, acrescentou.

Satélite UARS, levado ao céu em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via AP Photo)Satélite UARS, levado ao céu em 1991, foi desativado em 2005 pela Nasa. (Foto: Nasa / via AP Photo)

Segundo a Nasa, “ainda é muito cedo para prever a hora e o local de reingresso”.

A probabilidade de algum dos restos do Satélite de Pesquisa da Alta Atmosfera (UARS, na sigla em inglês) atingir alguém é de uma em 3.200, segundo a Nasa.

O aparelho pesa 5.675 quilos e tem o tamanho de um ônibus.

A previsão inicial era que o satélite cairia no final de setembro ou no início de outubro, mas sua queda foi antecipada pelo forte aumento da atividade solar na semana passada.

Os cientistas da Nasa calculam que o satélite se despedaçará ao entrar na atmosfera e que pelo menos 26 grandes peças sobreviverão às altas temperaturas do reingresso e cairão sobre a superfície da Terra.

* Com agências internacionais


Retirado de: http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/noticia/2011/09/satelite-americano-caira-na-terra-nesta-sexta-preve-nasa.html

Oportunidade para Geografia

A Gaia está contratando estagiário de Geografia ou Engenharia que tenha conhecimento de ArcGIS básico e/ou intermediário. A proposta de trabalho é o mapeamento e análise do mercado do ramo de óleo & gás para inteligência de mercado. A bolsa será negociada conforme perfil. A pessoa preferencialmente deve estar cursando um dos 3 últimos períodos de geografia ou engenharia.

Site da empresa para conhecimento www.gaia-br.com.br

E-mail para envio de currículo- marcel.bordeaux@gaia-br.com.br


Descrição: logo assinatura email

Marcel Bordeaux
Rua Victor Civita, 77 - Rio Office Park
Bl. 1 - Edifício 6.2 - 5° andar
22775-044 - Barra da Tijuca - RJ
Telefax: +55 (21) 3311-6242


quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Geoprocessamento do Greenpeace mostra novos desatamentos em MT

O desmatamento explosivo que fez o governo instalar um gabinete de crise e mandar uma tropa de fiscais para o Mato Grosso nos últimos meses tem destino provável: o ritmo de desmatamento em áreas agrícolas foi bem maior que em regiões onde predomina a pecuária. A notícia foi dada hoje pelo jornal Estado de S. Paulo, em cima de uma análise que o Greenpeace fez dos alertas de desmatamento emitidos pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) entre agosto de 2010 e julho de 2011.

Para fazer a conta, a equipe de Geoprocessamento do Greenpeace considerou como área de influência de agricultura os polígonos desmatados num raio de 500 metros de regiões onde hoje predomina essa atividade. Comparando com os dados do mesmo período entre 2009 e 2010, houve aumento de 46% no desmatamento em área agrícola. A mesma coisa foi feita para calcular a área de influência da pecuária, onde o corte de florestas cresceu bem menos: 27%.

Os dados são provisórios, já que vêm do Deter, o sistema de alerta e não de medição de área de desmatamento. “Mas eles indicam uma clara tendência de expansão da agricultura naquela área, principalmente para o cultivo de grãos, como soja”, destaca Rafael Cruz, membro da Campanha Amazônia do Greenpeace. A região concentrou os últimos alertas de desmatamento, fazendo com que o estado de Mato Grosso voltasse a seus dias de líder de derrubadas.

Com o período da seca batendo à porta, a situação por ali ainda pode ter desdobramentos com o possível aumento de queimadas, que geralmente vêm na sequência das derrubadas, para limpeza do terreno.

“Por conta do aumento do desmatamento, estamos esperando que ali aumentem os focos de calor”, confirmou Eduardo Rodrigues, coordenador de Fiscalização, Florestas e Unidades de Conservação da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. “Mas, por enquanto, está controlado”.

(Greenpeace Brasil, 31/08/2011)


sábado, 17 de setembro de 2011

Programação da UERJ sem Muros

Cliquem na imagem para amplia-la.


Melhor do que imaginávamos!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Geotecnologias na Gestão Pública

Fica a dica pra quem visa saber mais da importância das geotecnologias, neste caso, voltado para a gestão pública, o objetivo do evento é promover as trocas de experiencias dos diferentes níveis e áreas da gestão pública nacional.

De acordo com a organização o evento ocorrerá no dia 27 de setembro presencialmente na Capela Ecumênica da UERJ (Rua São Francisco Xavier, 524 - Capela Ecumênica - Rio de Janeiro, RJ.) e também será transmitido ao vivo pela Web. O evento será dividido em três seções:

A primeira seção ocorrerá na parte da manhã, onde os gestores das esferas federal, estadual e municipal abordarão políticas públicas, normatizações e ações governamentais para convergência de esforços do serviço público na aplicação das Geotecnologias.

Na segunda seção, à tarde, diversas áreas técnicas apresentarão seus projetos e resultados como cases.

Na terceira seção ocorrerá uma mesa redonda com todos os palestrantes do evento e também aberto ao público sobre a temática: Integração das Geoinformações no Serviço Público: Tendências e Desafios.

As inscrições no evento são gratuitas, bastando registrar-se por intermédio deste link. Há duas modalidades de inscrição: presencial e pela Web. - Horário de credenciamento a partir das 9 horas.


domingo, 11 de setembro de 2011

Mundo dos Mapas

Mais um meio de comunicação virtual ...
novo site de informações geográficas!

confiram aí

"Vinicius da Silva Seabra copyright 2010"

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Oportunidade de bolsa da CAPES

Divulgando oportunidade de bolsa da CAPES aqui no nosso espaço informativo 
________________________________________________________________________________________

O Laboratório de Análise da Violência (LAV) seleciona estagiários para projeto: Uma Análise Exploratória do Impactos das UPPs na Cidade do Rio de Janeiro
 
Requisitos:

·        Graduandos a partir do 3º período em Ciências Sociais, Estatística ou Geografia;
·        Interesse na área de Violência, Segurança Pública ou Direitos Humanos;
·        Interesse em análise de dados e técnicas de pesquisa quantitativas e/ou qualitativas;
·        Conhecimentos básicos em informática.
 
Os interessados devem enviar para o e-mailgeorreflavcaf@gmail.com até o dia 07/09/2011 os seguintes documentos: Currículo, Histórico Escolar e uma breve justificativa do interesse em fazer parte do Laboratório de Análise da Violência. Os currículos devem conter e-mail e telefone para contato.

A seleção ocorrerá no dia 12/09/2011, na sala 9103, bloco F, a partir das 10:30.
 
O projeto oferece bolsas da CAPES, no valor de R$ 400,00.
 
Atenciosamente,
 
Eduardo Ribeiro
LAV/UERJ
________________________________________________________________________________________

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Utilidade do Fórum

         Para o pessoal das disciplinas de Geoprocessamento e Cartografia Temática (manhã) já está lá no fórum o material disponibilizado pelo professor ... só clicar no botão "Fórum" (ou aqui) na parte de cima do Blog e seguir este caminho aí:


- Disciplinas > [sua disciplina] > Informações - 


Obs.: Para efetuar downloads é necessário cadastro.